Criado para facilitar a reforma de casas e apartamentos, o piso extrafino veio com tudo! Muitos arquitetos oferecem esta opção quando o cliente precisa de agilidade na reforma. Mas, será que vale mesmo a pena investir no piso extrafino? Será que ele é realmente a melhor opção quando se trata de reforma? Será que o custo-benefício desse tipo de piso é favorável? Continue lendo esse post e descubra!

Por que usar o piso extrafino na reforma?

O piso extrafino deixa a obra muito mais econômica, rápida e limpa. Isso porque não é preciso retirar o piso antigo para instalar o novo, ou seja, nada de sujeira, quebração e tempo de espera. Além disso, ele é fácil de manusear, assentar e cortar. Por ser extrafino, pode ser colocado sobre o piso antigo, mantendo a leveza, sofisticação e qualidade do produto. O piso extrafino é a melhor opção para clientes que querem que a reforma seja rápida, pois precisam se instalar logo no local.

Onde posso aplicar o piso extrafino?

Os extrafinos podem ser aplicados sobre qualquer tipo de piso cerâmico, bem como porcelanatos e pedras, mas é preciso que estejam bem assentados. Não são indicados sobre pisos naturais, como o piso de madeira, já que a madeira dilata de acordo com a alteração de temperatura do ambiente onde está e essa movimentação pode afetar o piso colocado sobre ela. Esse tipo de piso precisa sempre de rejunte. Quanto menor for a espessura, mai fácil é de manusear, cortar e transportar, mantendo a resistência padrão. Em casos em que houve descolamento do piso ou estufamento, a sobreposição não é indicada.

O piso extrafino possui desvantagens?

A única desvantagem do piso extrafino é que, quando aplicado, ele aumenta o nivelamento do chão, podendo comprometer as portas. Por isso, antes de aplicá-lo, é importante medir e, possivelmente, considerar que algumas portas sejam serradas. Além disso, para instalar o extrafino no ambiente é preciso que a superfície esteja devidamente nivelada.

O valor do piso extrafino é mais elevado que os convencionais porque seu maior diferencial é a redução de sujeiras e quebra-quebra na reforma.

Como assentar pisos extrafinos?

Para porcelanatos extrafinos, usa-se primeiramente uma argamassa específica cuja aplicação é feita com desempenadeira dentada. A aplicação da argamassa deve ser feita no sistema de dupla colagem, isto é, a argamassa é passada na base e no verso da placa. É muito importante esta dupla mão de argamassa para evitar rachaduras e até mesmo o descolamento da peça. Recomendamos uma mão de obra que possua experiência para assentar esse tipo de produto. Quando a superfície é de parede, o risco é menor, pois não há sobrecarga em cima.

O piso extrafino é fácil de limpar?

Após a instalação, é importante retirar resíduos soltos com uma vassoura ou aspirador. O piso deve ser lavado com água e com produtos de limpeza específicos para porcelanato. Para a limpeza diária, recomenda-se o uso de detergente neutro. Jamais utilize ferramentas metálicas (esponjas de aço, por exemplo) e produtos contendo flúor ou ácido, pois podem causar danos permanentes ao revestimento.

E, você, gostou de saber um pouco mais sobre piso extrafino? Já usou em alguma reforma? Conte para nós nos comentários!